22 de julho de 2024

Google confirma que vai iniciar a exclusão de contas inativas a partir de dezembro, veja se a sua está em risco

Os e-mails e arquivos armazenados em contas sem atividade por pelo menos dois anos estão prestes a ser excluídos, incluindo dados na nuvem.

Os e-mails e arquivos armazenados em contas sem atividade por pelo menos dois anos estão prestes a ser excluídos, incluindo dados na nuvem.


Em maio deste ano, o Google anunciou que em dezembro passaria a apagar contas que não eram mais acessadas. A partir da próxima sexta-feira, 1º de dezembro de 2023, o Google iniciará a exclusão de contas inativas que não foram utilizadas nos últimos dois anos. O anúncio foi feito em maio deste ano, quando uma empresa atualizou sua política de contas, enfatizando preocupações de segurança associadas a contas não acessadas.

A empresa destacou que contas não utilizadas por longos períodos podem se tornar alvo de roubo, spam e outras atividades criminosas na internet. Isso ocorre principalmente devido à maior probabilidade de comprometimento dessas contas, resultante da falta de verificações de segurança, senhas antigas e ausência de autenticação de dois fatores.

A exclusão se aplicará exclusivamente a contas pessoais sem uso por pelo menos dois anos, resultando na perda de todos os e-mails e arquivos armazenados no Google Drive, Docs, Meet e outros aplicativos do pacote. Contas criadas por organizações, escolas ou empresas não serão afetadas.

Quanto às medidas preventivas para evitar a exclusão das contas, o Google recomenda que os proprietários acessem suas contas pelo menos uma vez a cada dois anos. Além disso, o uso da conta do Google no YouTube, o download de aplicativos, o compartilhamento de fotos e a utilização do Google Drive são formas eficazes de manter o perfil ativo.

Como alternativa, a empresa oferece o Google Takeout, uma ferramenta gratuita que permite exportar dados para um arquivo de download com maior segurança. Essa opção também oferece a escolha do que acontecerá com a conta e os dados caso ela se torne inativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.