23 de julho de 2024

Anunciadas datas para os primeiros saques do programa Pé-de-Meia

Programa federal de estímulo financeiro-educacional fará os primeiros pagamentos no dia 26 de março; cronograma vai até o início de abril.
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

O Governo Federal anunciou que a parcela única de R$ 200,00, do auxílio-matrícula do Programa Pé-de-Meia, considerado a poupança dos estudantes do ensino médio, vai começar a ser paga ainda neste mês de março. Os estudantes aptos a receber precisam estar matriculados nos três anos regulares do ensino médio e integrantes de famílias beneficiarias do Bolsa Família.

Para ter acesso ao dinheiro, a Caixa abrirá automaticamente uma conta para cada aluno. Então, basta baixar o aplicativo Caixa Tem e movimentar o valor. O Ministério da Educação e da Fazenda informam que se o estudante for menor de idade, o seu responsável legal precisa garantir a autorização para o acesso benefício.

Os pagamentos estão organizados de acordo com o mês de nascimento de cada estudante. Acompanhe, abaixo, o cronograma:

  • 26 de março: estudantes que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro.
  • 27 de março: alunos nascidos nos meses de março e abril.
  • 28 de março: será a vez dos estudantes que nasceram nos meses de maio e junho.
  • 1º de abril: alunos nascidos nos meses de julho e agosto.
  • 2 de abril: estudantes que nasceram nos meses de setembro e outubro.
  • 3 de abril: alunos nascidos nos meses de novembro e dezembro.

Entenda mais sobre a poupança do ensino médio.

O Pé-de-Meia foi sancionado, pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva e objetiva, através do incentivo financeiro-educacional, diminuir as desigualdades sociais, motivar para o Enem, ampliar a frequência em sala de aula, evitando, assim, a evasão escolar e estimular a aprendizagem durante os três anos do ensino médio e do EJA. O programa é composto por quatro etapas, distribuídas através dos incentivos à matrícula, à frequência, ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ao incentivo à conclusão.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

O programa prevê o pagamento de incentivo mensal de R$ 200,00, que podem ser sacados em qualquer momento, mais depósitos de R$ 1.000,00 ao final de cada ano concluído, que o estudante só pode retirar da poupança após se formar no ensino médio.

Considerando as dez parcelas de incentivo, os depósitos anuais e, ainda, o adicional de R$ 200,00 pela participação no Enem, os valores chegam a R$ 9.200,00 por aluno. O Governo Federal dispõe de R$ 7,1 bilhão, por ano, para garantir a adesão dos alunos. O Ministério da Educação (MEC) pretende contemplar 2,5 milhões de estudantes só em 2024.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.