23 de julho de 2024

Família confirma segunda morte de brasileiros em Israel Bruna Valeanu estava em rever que foi invadida pelo Hamas

Bruna Vleanu - Israel
Bruna Vleanu - Israel

Bombardeios atingem faixa de Gaza. Total de mortos já passa de 1.800 no quarto dia de conflito. Mais de 2.700 brasileiros já pediram ajuda ao Itamaraty para voltar ao Brasil. 26 brasileiros ainda estão na faixa de Gaza esperando por resgate.

Porque Oriente Médio tem guerras?

Os conflitos no Oriente Médio tiveram início devido a inconsistência sobre quem é o verdadeiro dono da Faixa de Gaza. Além disso, fazem parte dessa “guerra” as características religiosas daqueles que habitam o local, os quais se chocam com os israelenses. Em 2005, Israel ocupou militarmente a região.

Porque da briga de Israel e Palestina?

Os palestinos querem que Jerusalém Oriental seja a capital deles. Fronteiras e terreno: os palestinos exigem que o futuro Estado esteja em conformidade com as fronteiras anteriores a 4 de Junho de 1967, antes do início da Guerra dos Seis Dias. Israel rejeita a proposta.

Quem atacou primeiro Israel ou Palestina?

A fundação de Israel resultou no primeiro grande conflito na Palestina. A Liga Árabe, composta por Egito, Síria, Jordânia, Líbano e Iraque, não aceitou a criação de Israel e, em resposta, invadiu o território palestino recém-criado, dando início à Guerra árabe-israelense de 1948.

A ofensiva do Hamas contra o Estado de Israel começou às 6h30 de sábado com os disparos de foguetes de vários locais de Gaza. Dois dos três brasileiros desaparecidos estão mortos. Os corpos de Hani Glazer e Bruna Valeanu foram encontrados e Carla Stelzer Mendes continua desaparecida.

A brasileira nasceu no Rio de Janeiro, mas morava desde 2015 na cidade de Petah Tikva, em Israel. Ela estudava comunicação na Universidade de Tel Aviv.

Família confirma morte de brasileira que estava desaparecida em Israel:

Um vídeo postado nas redes sociais mostra o momento em que pessoas que estavam no festival de música eletrônica fogem do ataque do Hamas pelo deserto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.