15 de julho de 2024

“Princípio do network ou dos relacionamentos” – por Patrícia Ferraz

Jesus é o mestre dos relacionamentos, ele escolheu para que o seguissem, aprendesse seus ensinamentos e então disseminasse a palavra pelo mundo.

Jesus é o mestre dos relacionamentos, ele escolheu para que o seguissem, aprendesse seus ensinamentos e então disseminasse a palavra pelo mundo.

Ele não escolheu pessoas abastadas, capacitadas, Ele escolheu improváveis e os capacitou. Olha a mágica de tudo isso, você foi escolhido para ser filho, imagem e semelhança de Cristo e com Ele deve aprender, ouvir a voz, seguir passos de retidão, de fé, amor, esperança. Se Jesus nos capacita, devemos aprender e agir de forma correta, para que possamos ter dias de paz neste reino, que é a vida hoje. Jesus nos ensina que o propósito não é sobre você, é sobre o que você transborda e edifica na vida do outro, os ensinamentos, o servir, o resolver problemas.

Entenda isso:

O SEU PROPÓSITO SEMRE ESTARÁ RELACIONADO COM PESSOAS.

Então devemos escolher quem caminha a jornada VIDA, ao nosso lado, pois Jesus conecta pessoas para auxiliar a atingir o cumprimento do propósito. Não é sobre dinheiro, não é sobre classe social, cor ou raça, é sobre cumprir a missão que você está predestinado a realizar. É sobre ter autoridade e sabedoria pra saber e decidir quem fica e quem sai de nossa jornada.

Quero te contar que já errei muito, muitas pessoas passaram pela minha vida, me traíram, me roubaram, mesmo eu achando que estava fazendo o meu melhor, muitas vezes aquele amigo que você mais se dedica, é o primeiro a virar as costas quando você mais precisa. Muitas pessoas são carnais e impulsivas, eu já fui bem assim, não pensam nas consequências, pois toda ação tem uma reação, é a lei da física. Aí o tempo passa e você se pergunta, para que isso? Para que destilar ódio, intolerância e maldades. Existe também a lei do retorno. Todos devem ter assistido ou visto alguma matéria sobre a vitória do Fluminense na Libertadores, o que me chamou a atenção, foi o posicionamento do goleiro perante a vitória, o processo e a adversidade. Ele dedicou uma vida a um outro time, mudaram os dirigentes e o demitiram. Ele sofreu, passou pelo processo, foi contratado por outro time, foi decisivo na vitória, virou líder, ídolo e foi consagrado com o título. Quem imaginava, quando ele estava sendo demitido, que Jesus o colocaria no topo das Américas. Ninguém, mas Deus sabia, já tinha escrito aquela história. Mas houve o deserto, o processo, e lá estavam outras pessoas, que o apoiaram e o reergueram. Um trai, mas um levanta, um odeia, mas outro ama e geralmente quem fere é uma pessoa ferida e quem cura é uma pessoa curada. Por isso importante liberarmos perdão e sermos pessoas curadas, pois sempre tudo envolverá pessoas e saber lidar com elas é o princípio do relacionamento, do network.

Eu por exemplo, tenho reavaliado algumas atitudes e traçado estratégias para atingir o objetivo e para chegar lá, vou precisar de pessoas que me auxiliem, que entendam. Isso não é ser interesseiro ou bajulador, é saber reconhecer, conviver e principalmente viver o propósito. Que essa semana possamos nos relacionar com pessoas que entendam como é bom levantar outras pessoas, que entendamos que o perdão cura quem liberta, que amor só entrega quem tem, que pessoas vem e vão, mas temos o poder de decidir quem fica e constrói amizades, amores, negócios e memórias. Uma semana de muita paz e bençãos sobre a sua vida.

Cada Cicatriz um Testemunho – por Patrícia Ferraz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.