25 de julho de 2024

Projeto Orla Viva: Prefeitura de Macapá entrega Praça Jacy Barata Jucá localizada às margens do Rio Amazonas

Espaço renasce como parte do projeto Orla Viva, que integra lazer, esporte, entretenimento e turismo, contando com quadras esportivas, o Monumento Lavadeiras do Igarapé das Mulheres e áreas dedicadas aos empreendimentos.
Foto: Giovanni Maciel/PMM
Foto: Giovanni Maciel/PMM

Nas margens do majestoso Rio Amazonas, o prefeito de Macapá, Dr. Furlan, entregou à população a nova Praça Jacy Barata Jucá, transformando o cenário da orla da cidade. Este novo espaço não é apenas um lugar de lazer, mas também uma conquista significativa para os empreendedores. O espaço renasce como parte do projeto Orla Viva, que integra lazer, esporte, entretenimento e turismo, contando com quadras esportivas, o Monumento Lavadeiras do Igarapé das Mulheres e áreas dedicadas aos empreendimentos.

Ane Souza, representante dos empreendedores da Praça Jacy Barata Jucá, se emocionou com a entrega do novo espaço, que agora oferece condições dignas para que os empreendedores tirem o sustento de suas casas.

Ane Souza representa os comerciantes que trabalham na praça, resgatada pela revitalização da PMM. Antes, o lugar era sujo, perigoso e escuro. Após 11 anos anos, é luz, trabalho e perspectivas de dias melhores. Foto: Merlin Pires/PMM

Que vitória! Vencemos! Estávamos esperando há mais de 11 anos pela reforma da praça. Hoje estamos realizando nosso sonho, o sonho de décadas, de pessoas que atuam há mais de 20 anos aqui na orla”, disse a empreendedora.

Benedita Araújo também estava emocionada com a nova praça. Ela trabalha há 30 anos na Beira Rio vendendo brinquedos. “Hoje tenho um lugar digno para trabalhar e realizar meus projetos de vida”, contou.

O prefeito de Macapá, Dr. Furlan, mencionou que, além de ser um complexo esportivo, a nova praça representa a valorização dos empreendedores que trabalhavam nos arredores da orla da Beira Rio. Entretanto, próximo ao Igarapé das Mulheres, havia alguns comerciantes que precisaram ser compensados financeiramente para a construção da praça.

Prefeito Furlan entregou mais uma praça em sua gestão, celebrando a memória de mais uma personalidade amapaense. A nova infraestrutura que Macapá vem recebendo, a eleva a uma das cidades mais turísticas do Norte. Foto: PMM/Reprodução

Foi necessário indenizar 32 empreendedores que estavam próximos à praça e que foram respeitados e indenizados para montar seus negócios em outro local. Isso não estava previsto, mas valorizamos esses trabalhadores”, relembrou o chefe do Executivo Municipal.

Os serviços foram executados pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura Urbana (Semob), com um investimento total da obra de R$ 9.724.395,77, recurso de emenda federal de 2011 do senador José Sarney, financiado com o apoio da Caixa Econômica Federal, mais contrapartida do Tesouro Municipal.

A área total da praça abrange 83.408.83 metros quadrados, distribuídos da seguinte forma:

▪ 11.576,26 m² de calçamento;
▪ 3.121,53 m² de estacionamento em todo o perímetro da praça;
▪ 38.108,72 m² de plantio de grama Esmeralda.

Estrutura

A praça também possui um campo com gramado sintético, entre outras opções esportivas. Afinal, quem não gosta de uma “pelada” às margens do Rio Amazonas? Foto: Merlin Pires/PMM

A praça conta com um complexo esportivo que inclui campo society em grama sintética, 3 quadras poliesportiva, 3 campos de areia para futevôlei e beach tennis, quadra de basquete 3×3, conjunto de futmesa, academia ao ar livre, tênis de mesa, mesas de xadrez e dama. Além disso, tem o tradicional bar do Flamengo, duas guaritas da Guarda Civil Municipal, banheiros públicos, restaurantes e praça de alimentação.

Monumento Lavadeiras do Igarapé das Mulheres

Para valorizar a história de Macapá, o espaço conta com o Monumento Lavadeiras do Igarapé das Mulheres, que apresenta três esculturas representando três gerações: uma filha segurando uma bacia na cabeça, uma mãe sentada esfregando roupa na pedra, e uma avó agachada lavando uma peça de roupa.

Monumento em homenagem ao Igarapé das Mulheres, ribeirinhas também pioneiras da História de Macapá. Foto: PMM/Reprodução.

As esculturas têm as seguintes dimensões: a filha possui 6,30 metros de altura, a mãe tem 4 metros,e a avó mede 5 metros de altura. A base do monumento é uma pedra de diâmetro irregular de 10 metros. A estrutura é construída em ferro modelado, massa e concreto.

As personagens exibem características expressivas das mulheres ribeirinhas/nortistas da época. Além disso, baldes feitos de cimento e ferro foram colocados ao lado de cada personagem como adereço. A Obra busca homenagear as antigas lavadeiras do Igarapé e celebrar a história das mulheres que ajudaram a construir a cidade de Macapá.

Empreendedores

Na área interna da praça foram disponibilizados cinco quiosques, cada um com capacidade para 20 mesas, além da instalação de 10 boxes, cada um com espaço para cinco mesas.

Incentivo ao turismo

Macapá é uma capital que vem, gradativamente, se transformando em uma metrópole. E os investimentos que a gestão do prefeito Furlan faz, vem fazendo e fará, só confirmam. Macapá tá diferente… Foto: PMM/Reprodução

A Praça Jacy Barata Jucá foi reconstruída para proporcionar mais ambientes de lazer e cultura para as famílias amapaenses, bem como garantir o desenvolvimento econômico para empreendedores que trabalham aos arredores, promover o turismo e oferecer benefícios sociais, como o acesso a espaços de lazer e entretenimento para práticas esportivas e culturais.

Esta iniciativa faz parte do projeto Orla Viva, que busca estruturar a orla da cidade com áreas de contemplação, quadras de esportes, reformas de infraestrutura e iluminação de led, além de fomentar o turismo e a economia local. No complexo, foram plantadas mais de 220 árvores pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Jacy Coriolano Jucá, que representava a família do homenageado na cerimônia, expressou seu sentimento pelo reconhecimento do trabalho de seu tio na cidade.

Quero agradecer à Prefeitura de Macapá por esta homenagem ao meu tio. Sentimo-nos honrados em participar deste momento e ver o nome dele ser lembrado em um belo ponto turístico da nossa cidade. Meu tio ajudou a construir Macapá nas décadas de 40 e 60”, disse Jacy Coriolano Jucá.

Jacy Coriolano Jucá, sobrinho de Jacy Barata Jucá, testemunhando a nova praça como homenagem a um dos pioneiros do Amapá. Foto: Diário do Amapá

Histórico do homenageado

Jacy Barata Jucá nasceu em 11 de novembro de 1904, filho do Coronel Coriolano Filnéas Jucá e Euthália Barata Jucá. Ele estudou odontologia em Belém e participou da Revolução de 1930, sendo ferido em combate e perdendo o polegar da mão direita.

De volta a Macapá após se casar com Alice Araújo Jucá em 1935, Jacy teve uma carreira diversificada. Ele foi comerciante, secretário da Prefeitura de Macapá, primeiro vice-presidente do Esporte Clube Macapá, presidente do Rotary Clube de Macapá em 1952, e fundador do Aero Clube de Macapá.

Além disso, foi prefeito de Macapá em dois períodos e presidente da Companhia de Eletricidade do Amapá. Jacy Barata Jucá deixou um legado significativo na história e no desenvolvimento de Macapá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.