24 de julho de 2024

Amapá tem 91,4% dos domicílios com acesso à internet, revela pesquisa do IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira (9) os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua com Temas Específicos sobre Tecnologia da Informação e Comunicação (PNAD Contínua TIC) para o ano de 2022 no estado do Amapá.


A PNAD Contínua TIC investiga o acesso à Internet, à televisão e a posse de telefone móvel celular para uso pessoal nos domicílios, bem como o acesso à Internet e a posse de telefone celular pelas pessoas com 10 anos ou mais de idade. As comparações mais recentes abrangem o período de 2019 a 2021, pois o módulo da pesquisa não foi conduzido em 2020 devido à pandemia de Covid-19. A pesquisa oferece detalhamento geográfico para o Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação.

De acordo com os dados divulgados, 86,3% das pessoas com 10 anos ou mais utilizaram a Internet nos últimos três meses, colocando o Amapá na 12ª posição entre as Unidades da Federação. Destacam-se o Distrito Federal (96,6%), Goiás (91,4%) e São Paulo (91%) com os melhores índices, enquanto Amazonas (79,3%), Maranhão (79,1%) e Acre (77,8%) apresentaram as taxas mais baixas. A média nacional ficou em 87,2%.

Quanto ao uso da Internet por estudantes, o Amapá registrou 82,9%, abaixo da média nacional de 92,2%. Distrito Federal (98,8%) e Rio Grande do Sul (96,2%) lideram, enquanto Amazonas (79,02%) e Acre (78%) estão entre os estados com menor índice.

Em relação ao acesso via microcomputador, 29,4% das pessoas com 10 anos ou mais utilizaram essa plataforma no Amapá, ficando abaixo da média nacional de 35,5%. Quanto à posse de telefone móvel celular para uso pessoal, o estado atingiu 81,1%, enquanto a média nacional foi de 86,5%.

No que diz respeito aos domicílios, 93,6% no Amapá possuem televisão, ligeiramente abaixo da média nacional de 94,9%. Os estados com os melhores índices são Rio de Janeiro (97,1%), Rio Grande do Sul (97,1%) e São Paulo (97%), enquanto Pará (88,9%), Tocantins (88,8%) e Roraima (84,7%) apresentam os menores percentuais.

A TV por assinatura alcança 16,5% dos domicílios no Amapá, enquanto a média nacional é de 27,7%. Em relação à posse de telefone celular, 96,3% dos domicílios amapaenses contam com esse dispositivo, superando a média nacional de 92%.

Quando se trata de tecnologia, 92,5% dos domicílios no Amapá têm rede móvel em funcionamento e 91,4% têm acesso à internet a domicílio (20ª posição entre as Unidades da Federação).

Além disso, 17,7% possuem algum dispositivo inteligente e 50,2% têm acesso a serviço pago de streaming de vídeo, superando a média nacional de 43,4%. Os líderes nesse aspecto foram Distrito Federal (62,2%), Santa Catarina (56,7%) e Rio de Janeiro (51,6%), enquanto Maranhão (28,2%), Piauí (27,4%) e Paraíba (26,2%) apresentaram os números mais baixos.

Esses dados fornecem uma visão abrangente do panorama digital no Amapá, destacando a conectividade e o acesso à tecnologia no estado. O IBGE continua a desempenhar um papel crucial na coleta e análise dessas informações, permitindo uma compreensão mais profunda das tendências tecnológicas em todo o país.
 
Fonte: IBGE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.