23 de julho de 2024

Em Oiapoque morre mulher indígena que foi vítima de estupro

A adolescente foi estuprada e afogada no dia 13 de setembro, após sair de casa para comprar pão.

A adolescente foi estuprada e afogada no dia 13 de setembro, após sair de casa para comprar pão. O acusado é o pescador Cláudio Roberto da Silva, de 43 anos. Ele foi preso em flagrante delito, dentro de uma embarcação nas proximidades da Vila Taparabú, a caminho do estado do Pará.

A adolescente de 15 anos estava internada em hospital na Guiana Francesa. Os familiares e amigos se mobilizam para trazer o corpo de volta para o Brasil.

Maria Clara Batista, de 15 anos, é da etnia Karipuna. Ela havia sido transferida para um hospital em Cayena, na Guiana Francesa. Os familiares agora se mobilizam em busca de justiça para esse caso, considerado crime federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.