15 de julho de 2024

Desenrola Brasil, no Amapá, tem números positivos

O programa de renegociação do Governo Federal no estado vem mudando a vida financeira de quem já aderiu ao benefício.

O Ministério da Fazenda divulgou que o Amapá, proporcionalmente, está bem ranqueado quando se trata do Desenrola Brasil, programa federal que possibilita a renegociação de dívidas com mais de 600 empresas distribuídas em vários setores de consumo

Desde outubro de 2023, início do benefício, até fevereiro de 2024, mais de 5,5 mil pessoas no estado já ocasionaram uma redução significativa de R$ 24,9 milhões em dívidas para R$ 3,6 milhões, entre pendências que foram parceladas ou quitadas à vista.

 A capital, Macapá, registrou 4,4 mil renegociações, representando R$ 2,78 milhões em contratos que estavam a dever. “A dimensão da relevância do programa é visível na diferença entre a dívida original e o valor final renegociado”, em nota da Secretaria de Comunicação Social do Governo Federal.

Como funciona o benefício

As pessoas que estão ‘no vermelho’, têm até o dia 31 de março de 2024 para renegociar suas dívidas adquiridas entre os anos de 2019 e 2022 que não ultrapassem os R$ 20 mil. Importante ressaltar que é preciso ter rendimento mensal compatível em até dois salários-mínimos ou possuir registro no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

O acesso ao programa é através do portal do Desenrola Brasil. Além de começar o processo de renegociação, as pessoas ainda têm à disposição serviços de educação financeira com o intuito pedagógico de instrui-las ao não endividamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.