25 de julho de 2024

Na briga todos perdem – por Edinho Duarte

A gente vai falar hoje de um assunto muito importante que é o conflito no Oriente Médio.

A gente vai falar hoje de um assunto muito importante que é o conflito no Oriente Médio.

O conflito na faixa de Gaza, entre Israel e a Palestina já está no 16º dia e já matou mais de 5.000 pessoas, dentre elas, 50% são mulheres e crianças. É uma tragédia humana!

As pessoas perguntam quais as principais razões desses conflitos?

Esses conflitos tiveram início devido a inconsistência sobre quem é o verdadeiro dono da Faixa de Gaza. Além disso, fazem parte dessa “guerra” as características religiosas daqueles que habitam o local, as quais se chocam com os israelenses.

Já o conflito entre Israel e Hamas tem origem na disputa por territórios que já foram ocupados por diversos povos, como hebreus e filisteus, dos quais descendem israelenses e palestinos. Em diferentes momentos, de guerras e ocupações, eles foram expulsos, retomaram terras, ampliaram e as perderam.

A maior parte destes conflitos envolve disputas por território e inclui, dentre as motivações: diferenças étnicas, religiosas e o controle de recursos naturais. Para além dos conflitos em andamento, existem ainda zonas de grande tensão geopolítica, como é o caso da Coreia do Norte e do Irã.

No caso de Israel e Palestina, ambos os lados reivindicam a sua soberania territorial, embora atualmente esse direito seja exercido plenamente apenas pelos israelenses. Os palestinos vivem na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, áreas divididas pelo território de Israel, o que aumenta a tensão na região.

“Conflito” é um termo bastante genérico que pode significar tanto contendas entre dois indivíduos, como uma “guerra” entre diversos países, e engloba tudo que houver entre esses dois extremos.

Então, qual seria a solução para o conflito entre israelenses e palestinos?

A solução para o conflito entre Israel e Palestina passa pelo resgate da proposta de criação de dois Estados independentes, um Estado Palestino, que existiria ao lado do Estado de Israel.

O mapa da guerra no 16º dia de confrontos revela a estupidez humana. Dos dois lados, homens e mulheres, crianças e idosos, vítimas da intolerância de “seres humanos” incapazes de encontrar uma solução pacífica.

Erich Alfred “Bubi” Hartmann, um piloto de caça alemão que durante a Segunda Guerra Mundial era considerado o ás de caça de maior sucesso na história da guerra aérea. Ele voou em 1.404 missões de combate e participou de combates aéreos em 825 ocasiões diferentes. Ele fez a melhor definição sobre “guerra” que já vi:

“a guerra é um lugar onde jovens que não se conhecem e não se odeiam se matam entre si, por decisão de velhos que se conhecem, se odeiam mas não se matam”.

E eu digo sempre o seguinte: nunca me arrependi de um conflito que consegui evitar, porque “na briga todos perdem”!

Por: Edinho Duarte – Jornalista e pedagogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de Privacidade

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar o conteúdo. Mais detalhes na Política de Cookies em nossa Política de Privacidade.